Descendo o Rio – Capítulo III

24 09 2009

Vamos para mais um capítulo de Descendo o Rio, o folhetim mais a toa da internet brasileira.(Vou escrever pouco, pois uma amiga minha disse: “Quando tem muito texto eu nem leio.” Foda, mas eu também faço isso.

Capítulos anteriores:

Capítulo 1
Capítulo 2

Igor foi jogado dentro do porta malas de um corsa preto.  Já fazia mais de uma hora que se encontrava lá dentro, o ar já começava a faltar e a velocidade em que o carro ia já lhe machucava a coluna. Os sequestradores abriram a porta.
– Desce idiota. – Disse um dos bandidos.
– Eu já falei que não sou filho de prefeito nenhum. – Igor tentava mais uma vez esclarecer a situação, mas os sequestradores não davam atenção a ele.
Entraram os 4 em um barraco, sujo e cheio de teias de aranha. Jogaram Igor em um cômodo com as janelas trancadas por pedaços de madeira, nem a luz entrava direito.
Fernanda pegara um ônibus de volta casa, já tinha contado a notícia para os pais de Igor, que estavam desesperados. Quando chegou em casa os pais de Igor já a aguardavam com uma equipe de jornalismo, estavam lá para fazer uma matéria sobre o sequestro.
Um dos assaltantes voltou da cidade correndo para contar sobre a notícia que acabara de sair na televisão e descobrira que Igor não era mesmo filho do prefeito.
– Merda, o que a gente faz com o moleque agora? – Falou o chefe deles.
– A gente pode largar ele na floresta. – Disse outro deles.
– Beleza, vamos fazer isso agora e deixar essa ideia de sequestro pra lá. – Disse o chefe já abrindo a porta do quarto que estava Igor. – Vamo seu bosta, vamo soltar você.
Igor começava a ficar aliviado, não sabia o que iriam fazer com ele e agora parecia que acabaria tudo bem.
Jogaram Igor mais uma vez no porta-malas do carro e seguiram. Abriram a porta novamente ao encostar na beira de uma estrada.
– Vamos deixar você no meio do mato. Não vai tentar fugir agora. – Disse um dos caras.
– Tudo bem. – Igor falou sabendo que era melhor cooperar.
Adentrando no meio da mata um dos sequestradores deu uma paulada na cabeça de Igor, que caiu desmaiado.
– O que você fez? – Perguntou o chefe.
– Não sei, fiz pra ele não decorar o caminho de volta. – Disse o bandido tentado se desculpar.
– Não faz sentido, mas tudo bem, vamos levar ele mais pra dentor da floresta então. – Falou o chefe.
E andaram por três horas e deixaram Igor jogado no chão da floresta.


Ações

Information

4 responses

24 09 2009
Nat

Taaaadinho do Igor…

25 09 2009
cidadeproibida

Heitor, se no final da historia for tudo um sonho do Igor…eu te mato

25 09 2009
cidadeproibida

Porra, quem deixou o comentario aqui de cima e contou o final da história?

25 09 2009
cidadeproibida

quem mais tem acesso ao blog? HUAHAUUA

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: